22 Ticiana et al

22  Vivencias e saberes em busca de uma Parteria Decolonial: Princípios, memórias. Quilombolas rurais e urbanas e uso da ayahuasca   (Portuguese)

Speakers: Ticiana Osvald Ramos, Mary Lúcia Souto Galvão, Tainá Santana de Deus Oliveira, Maiara de França Gomes

Facilitator: Paloma Terra

Este painel de discussão reflete sobre a busca pela obstetrícia decolonial, ou seja, uma prática de atenção obstétrica e/ou obstetrícia, que se alinha com a diversidade, interseccionalidade e o reconhecimento das diferentes matrizes que compõem a cultura brasileira, especialmente a afrodiaspórica e heranças indígenas. Os reflexos da colonialidade são persistentes na sociedade brasileira, implicando racismo estrutural, força patriarcal e heteronormatividade, entre outras formas de exclusão, e esses determinantes sociais da saúde ainda são reforçados em um contexto político retrógrado. Assim, propomos trazer para este círculo experiências e saberes que nos desafiem a ir além dos modelos hegemônicos, em direção a múltiplos contextos de obstetrícia, especialmente: experiências com parteiras tradicionais, a busca de memórias de parteiras em contexto urbano e relatos de uso da Ayahuasca durante a gravidez e o parto. Por fim, refletiremos sobre a integração desses saberes na formação acadêmica na área de obstetrícia.

English: Experiences and knowledge in search of a Decolonial Midwifery: Principles, memories. Rural and urban quilombolas and use of Ayahuasca

This discussion panel reflects on the search for decolonial midwifery, that is, a practice of obstetric care and/or midwifery, which is aligned with diversity, intersectionality and the recognition of the different matrices that make up the Brazilian culture, especially the Afro-diasporic and indigenous legacies. The reflexes of coloniality are persistent in Brazilian society, implying structural racism, patriarchal force and heteronormativity, among other forms of exclusion, and these social determinants of health are still reinforced in a retrograde political context. Thus, we propose to bring to this circle experiences and knowledge that challenge us to go beyond the hegemonic models, towards multiple contexts of midwifery, especially: experiences with traditional midwives, the search for memories of midwives in an urban context and reports of the use of Ayahuasca during pregnancy and childbirth. Finally, we will reflect on the integration of this knowledge into academic training in the midwifery field.

REFERENCES

O projeto que ocorreu na Chapada Diamantina, na Bahia teve um mini documentário como produção final, pode ser visto no link: https://www.youtube.com/watch?v=JycBeF4JO_M

Recording: https://youtu.be/_qW6fjNY7A4